Rua Américo Bertoni nº 5- 49 
Jardim Bela Vista. Bauru-SP.
Tel: 14 3206-9912/ 14 9.9111-6684

  • Branca Ícone LinkedIn
  • behance
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

 Agência Trilha - 2019

Buscar
  • Julia Rodrigues

Dia das Mulheres: elas estão mudando os negócios



Desigualdade salarial,baixo investimento, assédio sexual . Essas são apenas algumas das barreiras que mulheres encontram em suas jornadas profissionais - dentro e fora do mundo da tecnologia. Mas, ainda que as injustiças ocorram, notícias recentes dão razões para acreditar que lugar de mulher é aonde ela quiser, seja empreendendo, comandando uma grande corporação ou desenvolvendo novas ideias. São dezenas de dados que confirmam: mulheres fazem a diferença nos negócios. No Brasil, 24 milhões de mulheres empreendem, sendo que 5,6 milhões podem chegar a faturar R$ 3,6 milhões ao ano, segundo dados da Rede Mulher Empreendedora. Ainda que o investimento em empresas fundadas por mulheres seja menor - uma disparidade, em média, de mais de US$ 1 milhão -, elas geram receitas mais altas. De acordo com o BCG, as companhias cofundadas por mulheres geraram 10% mais em renda acumulada num período de cinco anos: foram US$ 730 mil contra US$ 662 mil, no caso dos homens. Em outras palavras, a cada US$ 1 investido na empresa, as mulheres geraram US$ 0,78, enquanto os homens geraram menos da metade: US$ 0,31.

Em uma análise de cinco anos de dados de investimento e receita feita com 350 empresas, ficou clara a lacuna de gênero no que diz respeito ao financiamento. Os investimentos em empresas fundadas ou cofundadas por mulheres foram em média de US$ 935 mil, o que representa menos da metade da média de US$ 2,1 milhões investidos em empresas fundadas por empreendedores do sexo masculino.

Uma pesquisa adicional, realizada pelo SEBRAE, aponta que mulheres representam 52% dos novos negócios abertos no país. Há dez anos, esse número era inferior a 30%. A força do empreendedorismo feminino alcançou até mercados antes liderados pelo público masculino, como é o caso da Tecnologia da Informação. Hoje as mulheres representam aproximadamente 20% do total de trabalhadores do segmento.

E você, conhece alguma super mulher empreendedora?

4 visualizações