Rua Américo Bertoni nº 5- 49 
Jardim Bela Vista. Bauru-SP.
Tel: 14 3206-9912/ 14 9.9111-6684

  • Branca Ícone LinkedIn
  • behance
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

 Agência Trilha - 2019

Buscar
  • Julia Rodrigues

Como criar um logotipo de sucesso?

Você já se perguntou como criar um logotipo de sucesso? É bem provável que isso já tenha passado pela sua mente, afinal, seria incrível saber como os designers que fizeram logotipos famosos, como o da Coca-Cola, Apple, Nike, Starbucks, Spotify, Chevrolet e de outras grandes marcas conseguiram atingir o ápice.

É claro que existe todo um processo criativo envolvido no desenvolvimento, e por mais que não haja uma receita de logo de bolo definitiva, é possível guiar o processo por uma linha de raciocínio que tende a resultar em ótimos frutos.

Saiba o que você deve fazer para criar um logo inesquecível e, quem sabe, ser colocado ao lado dos grandes nomes sempre que alguém comentar sobre logotipos de sucesso!

Como criar um logotipo incrível?


Ao adotar os seguintes passos, o resultado tende a ser um logo memorável, e, conforme o tempo passar, sua capacidade criativa e de execução tende a melhorar ainda mais!


Você é o responsável pela criação do logotipo, mas ele será destinado a outra pessoa ou empresa. Por isso, é fundamental ter um briefing completo, com o máximo de informações sobre o projeto, as quais serão utilizadas no processo.

Se você quer saber como criar um logotipo para uma empresa que realmente atinja seu propósito, siga as 5 perguntas imprescindíveis para um bom briefing, que são clássicas, mas muito valiosas:

O quê? Saiba exatamente o que deverá ser entregue ao cliente (se apenas o logotipo, uma identidade visual completa, itens impressos e por aí vai). Essa oportunidade pode ser aproveitada para vender outros serviços e, assim, faturar mais.Por quê? Para criar um logotipo, você precisa saber o objetivo da empresa, qual é sua missão, o que ela deseja passar ao público e quais são os principais produtos e serviços oferecidos. Afinal de contas, não há como prosseguir sem saber qual é o propósito.Como? Ainda que você seja o designer, é preciso seguir as solicitações do cliente. Procure saber se ele prefere algum estilo, se possui inspirações ou tem preferência por uma determinada paleta de cores. Assim, as chances de agradar com o resultado aumentam muito.Onde? É preciso saber onde aquela marca será veiculada e quem ela pretende atingir. Por exemplo, planejar como criar um logotipo para uma empresa com público-alvo majoritariamente adulto é diferente do que pensar em um logo que chame a atenção de crianças.Quando? Defina um prazo de entrega com o cliente. Quanto menor for o prazo, maior deve ser o custo, já que você precisará abrir mão de outros projetos em detrimento deste. Alinhe tudo direitinho para evitar se deparar com um dos tipos de clientes problemáticos, que é o impaciente.

2 – Busque inspiração…


Criatividade e inspiração andam de mãos dadas. Quase não há como criar um logotipo criativo se você não tiver aquele insight poderoso, que parece ter eliminado toda a neblina que embaçava sua imaginação.

Em primeiro lugar, é importante saber onde buscar inspiração para criar logotipos, mas a inspiração pode vir a qualquer momento, seja enquanto você dirige no trânsito ou presta atenção na estampa que está em sua camiseta.

Pense naquilo que geralmente inflama a sua inspiração e faça-o. Assim, será possível superar a barreira da folha em branco o mais rápido possível.

3 – Seja autêntico

É importante saber diferenciar tendência de clichê. A primeira é um conjunto de características que está em alta, enquanto o segundo é algo que já está saturado.

Por exemplo, você tem todo o direito de procurar os trending topics da criação de logos, como as tendências de design de logotipo mas não deixe que isso limite o seu processo criativo. Quem sabe como criar um logotipo para empresa deve fugir do repetitivo, já que isso faz parte do processo criativo. Portanto, não deixe que sua autenticidade perca a batalha contra o clichê.



4 – Cuidado com balanço e proporção



Sabe quando vemos aquele logo com proporções perfeitas, incrivelmente balanceado, que até faz o coração bater mais forte? Pois bem, isso pode ser usado a seu favor na criação de logos.

Pode ser que o contratante do serviço não seja um especialista em design (e provavelmente não será), mas quando o logotipo é proporcional, até mesmo um leigo no assunto consegue perceber que está tudo equilibrado e em seu devido lugar.

Além de atrair a atenção do contratante, quem sabe como criar um logotipo com proporcionalidade também fará com que aquele elemento chame a atenção dos potenciais clientes da empresa, o que é muito bom.

É claro que não é uma regra que os logos devem ser perfeitamente proporcionais, mas tome cuidado para que os projetos que não seguem esse estilo fiquem desbalanceados demais.

5 – Tome um cuidado especial com as cores



Os designers sabem que cor não é simplesmente a percepção visual provocada pela ação de um feixe de luz sobre determinadas células da retina, que por sua vez levam as impressões para o sistema nervoso, como friamente diz sua explicação técnica.

As cores são fundamentais para criar um logotipo de sucesso, já que é preciso escolher uma paleta de tons que se conversem bem, agradem a quem olhar e também transmitam a ideia desejada.

Além de entender as regras de cores, separe um tempo para estudar sobre os aspectos psicológicos envolvidos nessa escolha. Assim, você saberá como criar um logotipo que não seja apenas bonito e comercialmente poderoso, mas que também transmita uma mensagem subliminar a quem vê-lo.

6 – Escolha a tipografia com cuidado


Assim como as cores são fundamentais, a tipografia também é. Ela não consiste apenas no formato das letras, mas sim no estabelecimento de uma identidade única e marcante para o logo.

É possível até mesmo aflorar emoções e sensações quando se fala sobre tipografia. Geralmente, serifas finas, cantos arredondados, letras modernas e chiques remetem a pensamentos positivos, enquanto traços grossos, fontes misturadas e letras de mão bagunçadas trazem o contrário à mente.

Isso pode ser utilizado para definir o que deseja ser transmitido com o logo e precisa ser planejado com muito cuidado. É só pensar nos logos da Coca-Cola, do Instagram e da Calvin Klein para entender como a tipografia tem tudo a ver com a marca e fica registrada na memória.

7 – Considere usar espaços negativos



Embora não seja obrigatório, você pode recorrer aos espaços negativos para ter um logotipo ainda mais autêntico, genuíno, interessante e instigante, o que também demonstra o conhecimento do designer para com o seu cliente.

Utilizar o espaço negativo é uma ótima alternativa para agregar mais elementos ao logo, mas sem fazer com que ele fique muito pesado ou carregado. Além disso, também brinca com a interpretação e traz aquela pitada bacana de surpresa.

É claro que é perfeitamente viável criar logotipos criativos sem utilizar espaços negativos, mas você pode recorrer a isso para dar um toque especial.

E o mais importante, dê tempo ao tempo e se permita pensar. Desenhe e apague, pinte e mude as cores, gire e retorne para onde estava, pois chegará o momento em que você perceberá que encontrou exatamente aquilo que tanto procurava !

13 visualizações